Empresas abandonam ‘influenciadores digitais’ que possuem seguidores falsos – Época Negócios | Empresa

Será o começo do fim da lua de mel entre empresas e «campeões de curtidas» no Instagram?

Todos já ouvimos falar de estrelas do Youtube, Facebook e Instagram que ganham uma fortuna promovendo marcas nas suas páginas das redes sociais. Alguns desses expoentes têm mais de um milhão de seguidores e chegam a ganhar US$ 20 mil por post.

Mas parece que alguns deles estão burlando o sistema para ganhar dinheiro, comprando exércitos de seguidores de empresas que usam bots (robôs) automáticos para criar contas falsas e simular interações.

O engajamento com outros usuários de redes sociais e a quantidade de seguidores são as principais métricas de avaliação dos influencers.

A multinacional Unilever disse que quer ver «mais transparência» na indústria de marketing dos influenciadores digitais. O temor é que, por causa das trapaças para obter «curtidas», os consumidores deixem de confiar nos donos desses perfis e nas marcas associadas a eles.
— Leer en epocanegocios.globo.com/Empresa/noticia/2018/06/empresas-abandonam-influenciadores-digitais-que-possuem-seguidores-falsos.html

Deja un comentario

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.